VCRC Blog

Notícias sobre a cena musical local de Petrolina (PE) e Juazeiro (BA) + Dicas de lançamentos de álbuns (nacionais e internacionais) + Podcast mensal

-

Maércio José apresenta seu novo projeto musical

Texto: Quercia Oliveira [divulgação]

OUÇA BEM ESSE reggae e deixe o Tio Zé Bá te conduzir a experiências sinestésicas! Perpassado das alegrias, ritmos e sabedorias que os tambores da cultura popular produziram, este som se conecta a novas e velhas tendências musicais e apresenta outras possibilidades de fazer/viver música. Reggae sincopado, músicas instrumentais, arranjos feitos por artistas de diversas partes do mundo, diálogos com as tradições e manifestações culturais ribeirinhas, vozes de griots, gritos de protestos e letras autorais que retratam o cotidiano de um militante quixoteano e apaixonado pela vida fazem parte do projeto Tio Zé Bá, uma proposta independente de Maércio José, vocalista e produtor da banda Apocalypse Reggae.

PARTINDO DA FIGURA ancestral do Tio, que ensina, protege e luta pelos seus; do codinome Zé, apelido para José, nome que tem forte ligação com a cultura popular nordestina; e da sílaba Bá, herdada da palavra "Iorubá", que faz referência a povos das nações africanas que compõem a formação da cultura brasileira, o Tio Zé Bá, se constitui como sinônimo de inquietação criativa.

ESTA INQUIETUDE, CONTUDO, não é nova, surgiu em 2006 quando Maércio José vivenciava a efervescência de outros cantos, estados e cabeças do país. A partir de então, a mistura de ritmos passou a integrar o nome e o repertório da banda Apocalypse Reggae. Os experimentos e diálogos com outras tendências culturais, no entanto, foram ficando cada dia mais marcante, inspirando a necessidade de um projeto musical independente.

ATÉ ESTA PERCEPÇÃO de conceito de criação musical, no entanto, houve muito mal entendido a se desfazer. Como nos relata Maércio José, por muito tempo a figura do Tio Zé Bá se confundia com a sua, "mas hoje, tudo está mais explícito, e o Tio, como ser, figura, personagem, ou conceito autônomo pode estar presente na construção de qualquer música, show, projeto ou produção, com ou sem mim!", afirma ele.

E A APOCALYPSE Reggae? Os fãs, e eles já são muitos, podem ficar despreocupados. Maércio nos avisa que continuará na banda. "Estou partindo para um novo projeto, mas as antigas construções continuam a caminhar. A Apocalypse já tem 16 anos de muita história e permanecerá ativa", assegura.

PARA QUEM FICOU curioso, o projeto será pré-lançado nesta sexta-feira (3) no palco do festival "Aldeia do Velho Chico". O show começa às 21h, na Porta do Rio, entrada gratuita. Então, que o Tio Zé Bá entre no salão, suba no palco, que com violões e fogueiras esquente os nossos corações em noite de luar... vem, vem Tio Zé Bá, vem e mostra todo esse gingado, emoção e conquista o seu lugar no planeta!