VCRC Blog

Notícias sobre a cena musical local de Petrolina (PE) e Juazeiro (BA) + Dicas de lançamentos de álbuns (nacionais e internacionais) + Podcast mensal

-

Whisky Rose

Biografia atualizada em 12/10/2011
FORMAÇÃO: 06/02/2001 em Juazeiro-BA
ESTILO: Hard Rock
MEMBROS: Rosemir Bailey (vocal), Wesley Ramon (bateria), Paulo César (guitarra), Leonardo (Guitarra), Pedro Jamaica (teclado)
INFLUÊNCIAS: Guns N' Roses
DISCOGRAFIA: Sem Você [a ser lançado em 2010]
CONTATO:  whiskyrose@bol.com.br, (74) 8806-7990, (74) 3611-4524

WHISKY ROSE É UMA banda de hard rock de Juazeiro (BA) formada em 06 de fevereiro de 2001. A banda, liderada pelo vocalista e co-fundador Rosemir Bailey, passou por várias mudanças de formação e controvérsias desde a sua criação. No início, o Whisky Rose foi formado com Rosemir nos vocais principais, Wellington Bull Dog no contrabaixo, Fernando na bateria, Felipe “Sk8” na guitarra base e Juninho Free Bird na guitarra solo. Esta formação durou apenas alguns meses, já que o pessoal curtia demais sexo e álcool, e ensaiava de menos, contrariando o vocalista e o contrabaixista Bull Dog (que na época eram os únicos a levarem a sério o projeto como banda). Neste meio tempo o vocalista Rose e o baixista Bull Dog foram convidados a integrarem outra banda chamada Zonna Livre, mas não desistiram de seu projeto, que com a fusão com a antiga Zonna Livre formaram no início de 2003 aquela que viria a ser o verdadeiro Whisky Rose, com cara, coração e a rebeldia do mais puro rock n' roll, trazendo Wesley Ramon para assumir as baquetas, Paulo César na guitarra rítmica, Leonardo na guitarra solo e Wagner Richer nos teclados, além de músicos de apoio como Hugo (na percussão) e Nadson (no back vocal). Eles logo conquistaram um público que exigia músicas do Guns N’ Roses no repertório da banda, sendo o Whisky uma banda cover da mesma, mas com uma postura e direção musical própria. Com shows viscerais regados a muita energia, polêmicas e atitude o Whisky Rose se firmou como uma das grandes banda da região, e com muito prestígio por parte do meio musical.

A BANDA TEM UM projeto de estúdio desde novembro de 2003 com 12 músicas próprias gravadas, 36 covers gravados, mais 24 músicas em fase de gravação. Porém, o maior problema enfrentado pela banda no momento é o próprio vocalista Rose Bailey, que passou por problemas sérios na sua saúde emocional com a perda de um filho em 2005, o trágico falecimento do seu irmão em 2007, e o término do seu casamento em 2008, cuja ex-esposa é a sua principal fonte de inspiração. Rose foi muito criticado por não lançar um CD promocional, já que tem músicas gravadas há sete anos, e chegou a declarar em 2009 incapaz de sentir prazer em tocar, pois estava sem vontade de viver. Já com a saúde mental do vocalista restabelecida e a vontade de tocar novamente a pleno vapor, o Whisky Rose enfrenta outra provação em 2010 com a saída do baixista Bull Dog, devido a divergências com a banda.

NA SUA FASE DE estúdio destacam-se as canções: "Perdendo Você", "Medo", "Sempre Assim", "Deise Rose", "Roses Dont' Die", "Sem Você", "Last Forever", "Caminhando na Chuva", "Doce Ilusão", "...E Continuam as Guerras Civis!", "You Dont' Need My Love" e "Uísque Barato". O estilo musical, a presença em palco e a imagem de bad boy da banda contribuíram para o reconhecimento do público rock n' roll da nossa região, durante uma nova era de dominação do rock alternativo, o Whisky Rose oferece um som mais tradicional do rock, e conquistou muitos fãs, impressionados pela autenticidade entusiasmante e da honestidade em tocar rock n' roll com tanta volúpia e tesão.

(Por Vladimir P. de Brito)