VCRC Blog

Notícias sobre a cena musical local de Petrolina (PE) e Juazeiro (BA) + Dicas de lançamentos de álbuns (nacionais e internacionais) + Podcast mensal

-

Andranjos

Biografia atualizada em 07/09/2014

 STATUS:  Na ativa  FORMAÇÃO:  2003, em Petrolina/PE  ESTILO:  Alternative Rock, Grunge, Alternative Metal  MEMBROS:  Vam Lima (vocal), Joci (guitarra), Dhiogo (bateria), Fábio (guitarra) e Henrique Eugênio (baixo)  INFLUÊNCIAS:  Nirvana, Chevelle, Alice In Chains, Legião Urbana, Pearl Jam, Raul Seixas  DISCOGRAFIA:  Quando Meu Coração Parar (Oficial, 2007; O Fim do Silêncio (Oficial, 2012)  CONTATO:  andranjos@hotmail.com, (87) 8844-2570  LINKS:  Facebook (fan page), TNBSoundCloud, YouTubeMyspace, Conexão Vivo, Twitter, Orkut, Palco MP3,  .

NASCIDA EM 2003 no movimento underground petrolinense, a Andranjos faz um som com referências do grunge e metal alternativo e uma identidade bastante original. Composta por Vam Lima nos vocais (ex Cobaias, que também integra A Cúpula); Joci (ex Mudos Por Engano, também integrante da Eterna Seattle) e Fábio "Costinha" (que também integra a Irados do Sertão) nas guitarras; Dhiogo (ex Útero) na bateria; e Henrique Eugênio no baixo (ex Sinopse), já possuem na bagagem dois discos, ambos produzidos por Albérico Júnior: Quando Meu Coração Parar, gravado em 2006 e lançado em 2007, cujos refrãos são conhecidos e cantados em coletivo a cada show realizado e O Fim do Silêncio, lançado em 2012.

O VOCALISTA VAM Lima é o único remanescente da primeira formação, que contava também com Júnior na guitarra, Jefferson no baixo e Felipe na bateria, que abriram as portas para a entrada posterior do guitarrista Peterson, quem ajudou o grupo a fincar suas raízes no grunge. O nome Andranjos surgiu de um equívoco que logo agregou um significado para eles: "anjos andarilhos".

JÁ SE FAZEM 9 anos que a Andranjos está na ativa, conquistando mais espaço na cena independente do nordeste e tocando em eventos cada vez maiores, sendo destaque participando de 3 edições do Palco do Rock (Salvador/BA), onde a banda foi selecionada entre quase 200 bandas de todo o Brasil para compor a grade dos 04 dias do festival que é referência em toda a Bahia e em todo Brasil por ser um dos principais eventos de rock independente do nordeste. São outros eventos importantes os realizados nas cidades de Exu/PE (homenagem ao Gonzagão), Serra Talhada/PE (ambos pelo Festival Pernambuco Nação Cultural), Floresta/PE (Grito Rock 2011), Feira de Santana/BA (Feira Noise Festival). No ano de 2010 a banda foi selecionada para tocar no Umbuzada Sonora em Juazeiro/BA (Festival Conexão Vivo) e no Raiz & Remix Festival na cidade de Petrolina/PE (sendo a única banda a participar de todas as edições). Vale destacar também as diversas apresentações em TV (inclusive sendo uma das protagonistas da série Coisas de Gonzada, em homenagem a Luiz Gonzaga) e Radios da região São Franciscana. Com a música "Caos" a banda também está presente na 1ª Coletânea de Bandas Independentes do Brasil, que foi promovida pela maior comunidade de bandas independentes do Brasil na extinta rede social Orkut.

ATRAVÉS DE SUAS canções a banda procura passar ao ouvinte a mensagem de que não devemos nos conformar com a atual situação que se encontra o mundo em que vivemos. Que precisamos lutar, enfrentar os obstáculos encontrado no dia a dia. As composições buscam também fazer com que as pessoas não se calem diante da impunidade e também com que elas consigam a força necessária para enfrentar os seus próprios desafios e os seus próprios medos.

(Texto: Divulgação [adaptado])
 ÁLBUNS: 


 OUÇA: 


 ASSISTA: