VCRC Blog

Notícias sobre a cena musical local de Petrolina (PE) e Juazeiro (BA) + Dicas de lançamentos de álbuns (nacionais e internacionais) + Podcast mensal

-

Palco Alternativo do Carnaval de Petrolina 2011

UMA CHUVA DE intensidades variáveis atrasou em exatamente duas horas o inicio dos shows no Palco Alternativo do carnaval de Petrolina, localizado na orla, não muito distante do palco principal que recebeu Chico César naquela mesma noite de 07/03/2011. A Sinopse subiu ao palco às 22h num show rápido e eficaz, mostrando suas misturas de grunge, punk e rock brasiliense; e em seguida a Andranjos animou o público que crescia, agora que a chuva não ameaçava mais retornar. problemas fizeram o guitarrista Fábio "Costinha" novamente abandonar o palco, e Van Lima fez um desabafo revoltado contra algumas críticas que surgiram sobre sua banda.


O CLIMA MAIS pesado foi trazido pelo death metal urgente da Assassination. Pablo Possessed agradecia os fieis headbanguers enquanto promovia sua destruição sonora; O metal extremo continuou com a Kranyos, banda seguidora do black metal, que viu no fim de seu show uma pequena confusão que ali se iniciou entre duas pessoas no público. A Rukha se apresentou às 2h30, mudando completamente o clima ao trazer seu som alternativo que mescla MPB e reggae. O vocalista Tainahakã se mostrou consciente e foi o primeiro a agradecer à prefeitura pelo espaço.


NA NOITE SEGUINTE os shows do Palco Alternativo continuaram com a Sociedade Imaginária, mostrando músicas autorais e covers (de Legião urbana e Mamonas Assassinas); e Overdrive PUNK HC, quarteto que está em sua melhor forma e já planeja um terceiro disco com muita porrada.


QUANDO A CHUVA caiu o público já se mostrava melhor que o da noite anterior, e ela contribuiu de forma positiva atrasando o show da Maggica, a última banda da noite a se apresentar (não fosse a chuva, os shows teriam acabado antes das 23h). Em uma ótima apresentação, eles levaram clássicos eternos do heavy metal e contaram com o virtuosismo de seu guitarrista solo, que agora está de volta ao grupo. O segundo guitarrista não pôde comparecer, mas o desfalque não prejudicou musicalmente a Maggica nem decepcionou quem viu o show.


Texto: Giuseppe | Fotos: Giuseppe / Joci