VCRC Blog

Notícias sobre a cena musical local de Petrolina (PE) e Juazeiro (BA) + Dicas de lançamentos de álbuns (nacionais e internacionais) + Podcast mensal

-

11º Moto Chico convence apenas na última noite

Texto publicado também no coletanea3.com [Acesse]

ELEITO NO ANO ANTERIOR como o melhor evento motociclístico do norte/nordeste, o Moto Chico repetiu neste seu 11º ano o sucesso e a edição de 2010 trouxe três noites de shows; as já tradicionais tendas com produtos relacionados ao motociclismo; e um último dia de despedida aos visitantes.

DIA 8: O local escolhido foi novamente o parque Municipal Josepha Coelho, em Petrolina-PE, e a abertura na quinta-feira ficou a cargo da banda gospel Pilar Central, aonde trouxeram até mesmo um pastor para o palco. Seguiu-se a programação com Kaveira e Banda Cela tocando clássicos do hard rock, mas sem muita empolgação da parte do público, uma vez que fizeram uma apresentação morna. Whisky Rose, que inicialmente não tinha sido anunciada na grade oficial, fechou a primeira noite com seus covers de Guns N’ Roses em um show criticado e apresentado aos trancos e barrancos, mas com os espectadores mais animados até então.


DIA 9: Medievais, que primeiramente havia sido escalada para tocar também na primeira noite, mostrou um vocalista animado e um habilidoso guitarrista em seu show com muito heavy metal na sexta. O público já era superior em número em relação à noite anterior, fato que beneficiou a Kaveira e Banda Cela, que numa apresentação superior à dia 8 conseguiu agradar um pouco mais. Após o forró da banda Pega Leve, quebrando completamente o clima de rock, muitos esperaram em vão pela Lobo do Asfalto que não conseguiu mostrar seu show devido ao horário.


DIA 10: A noite que mais valeu a pena o Moto Chico foi mesmo no sábado, iniciando com a banda Thempus (uma surpresa inicialmente não anunciada) que trouxe no repertório baladas dos anos 80 e preparou o público para a excelente apresentação seguinte, da banda Orion, que foi bem recebida com mérito pelos que esperavam muito heavy metal. A On the Rocks, que foi a atração mais aguardada de todo o Moto Chico, levou todos à loucura naquele que foi o melhor show do evento, aonde cantaram o que eles mesmo chamaram de “velharia”. A Lobo do Asfalto não ficou nem um pouco atrás da qualidade e profissionalismo demonstrada pela banda anterior, e subiu ao palco por volta das 2h30 animando ainda mais o público, que já estava em menor número mas não em menor êxtase.