VCRC Blog

Notícias sobre a cena musical local de Petrolina (PE) e Juazeiro (BA) + Dicas de lançamentos de álbuns (nacionais e internacionais) + Podcast mensal

-

Sertão In Rock - Ano 2 (16 e 17/05/14)

MARCADO POR DUAS noites de peso e dez bandas vindas de cinco diferentes cidades na grade de atrações, a segunda edição do festival Sertão In Rock fez valer a pena toda a expectativa que gerou desde o anúncio da confirmação do Ratos de Porão ainda em dezembro do ano passado. Uma ótima estrutura de palco som foi disponibilizada às bandas que aproveitaram muito bem o espaço, executando com bastante profissionalismo os seus respectivos shows.



COM UMA APRESENTAÇÃO bem humorada do escritor Lupeu Lacerda a primeira noite (sexta, dia 16/05/14) começou com o peso thrash da Conspiracy em uma alternância de composições próprias celebradas com o lançamento do primeiro álbum promocional do trio e um apanhado de covers que incluiam Metallica, Sepultura e Megadeth, além de uma participação de Rychardson, vocalista da Molotov Noise; Foi com a Gory Scream, de Salgueiro/PE, que o público começou a se movimentar e fazer as primeiras rodas, mais precisamente nos momentos em que a banda tocou Slayer, Sepultura e Exodus; Reconhecidos como uma das mais importantes bandas de metal de pernambuco, a caruaruense Psych Acid foi a atração que mais agradou os headbangers, que viram de perto o que está contido no recente EP Disturbance Without Control; O quinteto devastador formado pelas garotas do Vocífera (Recife/PE) impressionou os marmanjos que também foram apresentados à nova baixista e aniversariante Eveline; "É uma honra estar aqui depois de tanta banda do caralho", falou Rafael Gorga, vocalista da Kriver (Recife/PE) que fechou a noite mostrando pela primeira vez ao vivo as músicas que entrarão no álbum Foresight, que deve ser lançado ainda este mês.

INICIANDO A SEGUNDA noite (sábado, 17/05/14) do Sertão In Rock em clima de despedida, a Sinopse Jáh anunciou ao final do show (que teve participação do amigo Danyel 'Biscoito' e Alexandre, da ShitFun) que a banda está se dissolvendo por conta da partida do guitarrista Jonathan, que já quebrou seu instrumento duas vezes no palco. O vocalista Henrique declarou: "Hoje não tem guitarra quebrada. É a Sinopse que está se quebrando"; Na vez da Overdrive PUNK HC o vocalista Lameque chegou a ir para a roda com a galera a fim de incitar o público chamado de "morgado", mas no fim do show o estímulo surtiu efeito e gerou até um wall of death; A atração principal vinda de São Paulo/SP fez todo mundo se sentir jovem novamente e durante a apresentação de peso do Ratos de Porão a roda punk sequer pereceu. Começaram com músicas do novo disco e emendaram com alguns clássicos, a exemplo de "Crucificados Pelo Sistema", "Anarkophobia" e "Aids, Pop, Repressão". "Beber Até Morrer" ficou para o final, que ainda contou com um bis reivindicado com gritos de "mais um! mais um!"; A noite ainda continuou intensa com os competentes shows de Cobaias (estreando o novo baixista James Carletto) e ShitFun (em seu grindcore curto, grosso e sanguinário).



Fotos: Heloisa Ramos e Portal SG