VCRC Blog

Notícias sobre a cena musical local de Petrolina (PE) e Juazeiro (BA) + Dicas de lançamentos de álbuns (nacionais e internacionais) + Podcast mensal

-

Festival Umbuzada Sonora, dia 14 de agosto

O UMBUZADA SONORA, festival integrado ao programa Conexão Vivo (portal colaborativo de fomento à cultura) é o resultado da segunda etapa das atividades formativas do projeto Rede Motiva com artistas e grupos locais da região, iniciado há 5 meses em Juazeiro e em três outras cidades baianas: Salvador, Vitória da Conquista e Ilhéus. Entre os grupos inscritos foram selecionados Matingueiros, Paulo Soares e a Terceira Cidade e Andranjos, todas participantes das atividades e reuniões que acontecem desde o mês de abril. Além disso, o festival contará com participação de Wado, uma atração de peso e um músico já bastante conhecido da crítica e mídia especializada. Os shows são gratuitos e acontecem no dia 14 de agosto (2010) a partir das 18 horas no Centro de Cultura João Gilberto, em Juazeiro.

AGREGADO AO UMBUZADA Sonora acontecerá às 19h do dia 13/08 a mesa redonda com o tema "Música e Pensamento", no Miniauditório do Complexo Multieventos da Univasf, Campus de Juazeiro-BA. Estarão no debate: Antonio Jorge Godi, doutor em Comunicação e professor da UEFS; Josemar Martins (Pinzoh), doutor em Educação e professor da UNEB; Vince de Mira, músico e produtor cultural; Maurício Dias (Mauriçola), músico e publicitário; Lupeu Lacerda, escultor e escritor; e Flavio Ciro, fotógrafo e empresário do setor de rádio, diretor da TropicalSat FM.

Wado - Manifesto, afeto, festa, melancolia, bravura, fragilidade e poesia. Afoxé, funk e samba. Wado diversifica nos temas e na sonoridade. O disco Atlântico Negro, seu terceiro trabalho, foi eleito pela Rolling Stone Brasil como o nono melhor de 2009. E Wado ainda ficou em sétimo lugar na lista dos dez melhores da década, numa votação com cerca de 70 jornalistas, críticos e especialistas de renome na área musical, organizada por Marcelo Costa. Apesar de morar em Alagoas, Wado mantém uma agenda constante de shows pelo Brasil: já esteve no Tim Festival, Goiânia Noise, Rec Beat, Humaitá pra Peixe e representou o Brasil na Popkomm em Berlim e no Ano do Brasil na França, entre muitas outras jornadas.

Matingueiros - Fundado em 1999 em Petrolina-PE, tornou-se a maior manifestação pára-folclórica do vale do rio São Francisco, caracterizado pelo universo cultural do nordeste brasileiro, traduzindo-se numa interlinguagem didaticamente globalizada, incorporando elementos contemporâneos sem descaracterizar os folguedos tradicionais. O espetáculo já levou a cultura nordestina ao Brasil e exterior pondo em evidência esse trabalho tão artesanal que já contou nas gravações com as participações de Geraldo Azevedo, Dominguinhos, Hermeto Pascoal, entre outros.

Paulo Soares e a Terceira Cidade - Com os pés nas caatingas e a cabeça no mundo, Paulo Soares Neto reúne músicos baianos, pernambucanos e piauienses, na cidade Juazeiro-BA. Desde 2008, desenvolve o projeto A Terceira Cidade, o qual nasceu para possibilitar o encontro criativo de músicos de influências diferentes. Recentemente foi selecionado em um edital do Conexão Vivo para a gravação de um show ao vivo na Sala do Coro do TCA (Salvador-Ba).

Andranjos - Na ativa há 6 anos e possuem um cd gravado em 2006 intitulado "Quando meu coração parar". Recentemente foram selecionados entre quase 200 bandas de todo o Brasil para compor a grade Palco do Rock 2010, festival que é referência em toda a Bahia. A Andranjos também esteve presente em 2006 no RPV, maior evento de Rock do Vale do S. Francisco, e é selecionada há 5 anos para tocar no Festival da Primavera e Raiz & Remix, dois grandes eventos de Petrolina-PE.